Home / Notícias / Ombro, antebraço, joelho… As lesões mais frequentes do beach tennis

Ombro, antebraço, joelho… As lesões mais frequentes do beach tennis

Conheça as lesões que mais atingem os jogadores de beach tennis e confira dicas que vão te ajudar a evitá-las.

Se você pratica beach tennis a algum tempo, provavelmente já fez ou vai fazer algum movimento durante a partida que lhe rendeu aquela “dorzinha” durante dias (ou até meses). Isso é um ponto que interessa a todos – de jogadores recreativos, amadores a profissionais: as lesões podem diminuir o rendimento ou até impedir o atleta de voltar às quadras por um longo tempo.

Vale ressaltar que o praticante de beach tennis adquire força muscular e agilidade no tempo de resposta da musculatura, além de obter perda calórica por se tratar de um esporte aeróbico que pode ser muito intenso por sua característica rápida e dinâmica.

“Também por essas características próprias do beach tennis, as lesões mais frequentes são geradas por torções do antebraço ou esforço repetitivo”, explica dr. Julio Cezar de Lima, fisioterapeuta especializado em traumatologia ortopedia desportiva, da Clínica SportFisio. As vítimas disso são cotovelo, ombro, tendões, tornozelo e joelho.

Entre as lesões mais comum, destacam-se:

  • Epicodilites (processo inflamatório na região do cotovelo);
  • Bursites (inflamação na bursa do ombro);
  • Inflamação de tendões musculares;
  • Síndrome do Impacto (lesão por impactação que acomete o ombro);
  • Entorses (Entorses de tornozelo e joelho, pela prática em terrenos instáveis como a areia).

Dr. Julio Cezar Lima explica os principais movimentos que ocasionam as lesões: “Movimentos repetitivos de flexão com rotação do braço e antebraço, como a flexão de punho com rotação interna de antebraço, e extensão do punho com rotação externa do antebraço, além de movimentos rápidos com desacelerações bruscas”.

Você conseguiu identificar esses movimentos durante a partida? Em especial o movimento realizado no saque é o que tem mais chances de causar lesões pela complexidade do movimento.

Como tratar lesões deste tipo?

A última coisa a fazer é ignorar a dor, para não correr o risco de agravar o quadro. “É de grande importância o tratamento conservador fisioterápico com medidas analgésicas e anti-inflamatórias, seguidas de orientações quanto ao gesto esportivo”, explica o fisioterapeuta. O instrutor ou treinador irá orientar a  melhor forma de se realizar os movimentos para um jogo eficiente e menos propenso às lesões, além de fortalecimento e alongamentos, voltados especificamente para prática e retorno ao esporte.

Mas é sempre possível prevenir para a diminuição dos riscos, dr. Julio Cezar de Lima lista alguns:

  • O atleta deve estar preparado fisicamente para a prática do esporte;

  • Ter músculos fortes e alongados são de suma importância e garantem um melhor rendimento da prática;

  • Antes de cada jogo ou treino realizar aquecimentos;

  • Após os jogos, realizar alongamentos, estes importantíssimos para a prevenção não só das lesões acima citadas, como também de estiramentos musculares.

Sobre Viva Beach Tennis

O mais completo portal de Beach Tennis do Brasil. O Viva Beach Tennis é o portal onde você encontra tudo sobre o esporte que adquire a cada dia mais adeptos no mundo.

Veja também

2ª Etapa do Circuito Mormaii foi na praia da Joaquina, Santa Catarina

O feriado de Tiradentes será de muito beach tennis na praia da Joaquina, em Florianópolis, …

Confira o Calendário da Federação Catarinense  de Beach Tennis para 2017

Confira o Calendário da Federação Catarinense  de Beach Tennis para 2017. Relacionado

Inscrições Circuito Mormaii de Beach Tennis

Clique na imagem e se inscreva para o Circuito Mormaii de Beach Tennis. Etapa Joaquina. …

Inscrições Circuito Mormaii de Beach Tennis

Clique na imagem e se inscreva para o Circuito Mormaii de Beach Tennis. Etapa Blumenau. …

Pan-Americano: Brasil conquista dois ouros e duas pratas

A equipe brasileira de Beach Tennis conquistou mais uma vez os títulos de duplas feminina …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *